Sobre cabelos brancos e o desafio de ser autêntico

Logo que comecei com o blog, um dos desafios que me propus, foi o de ser autêntico ao máximo. Antes que você me julgue, não estou falando em originalidade. Sei que posts sobre viagens, moda e looks estão por aí, enchendo as páginas de resultados do google. Porém, meu propósito foi sempre falar sobre as coisas da maneira que penso, do meu jeito, com o meu olhar e sem nenhuma barreira. Afinal, as experiências que estão sendo vividas por mim, são diferentes das vividas por cada um de vocês, certo?

Aí você pergunta, porque eu estou fazendo este post? É simples, para falar, apenas. Criei a categoria “Sobre cabelos brancos” para colocar no papel, mesmo que online, tudo aquilo que me faz parar pra pensar,por pelo menos mais de uma vez. O tema autenticidade tem sido uma destas recorrências na minha cabeça inquieta. Num mundo com tanta gente produzindo informação e conteúdo, é fundamental que sejamos autênticos.

Tá, mas como assim?

O blog me ajudou absurdamente a ser mais autêntico, a falar o que eu penso, sem medo de quem está do lado de lá lendo, até porque, eu não estou vendo quem é. Não que eu tenha me tornado imune aos julgamentos, porque acredite, mesmo com um número de acessos pequenino, existem aqueles que perdem o tempo de vir aqui, para ofenderem  a qualquer custo. Mas voltando ao que interessa, neste exercício de ser mais autêntico, eu percebi o quanto expor os meus gostos, ideias e pensamentos tem me ajudado.

Deste jeito, lentamente, vamos amadurecendo, descobrindo as nossas verdadeiras referências (aliás, este é um outro tema que quero abordar aqui), nossas forças e fraquezas. Ninguém é de ferro e nenhuma vida é glamourosa o tempo todo, portanto, não perca seu tempo querendo ser alguém, que não você. Preocupe em contar as suas histórias e não repetir a dos outros.

Escrevo este post como estímulo de reflexão para o seu final de semana. Pense sobre colocar aquela sua ideia em prática, qualquer que seja ela, contanto que seja verdadeira, que tenha vindo de você. Aplique os planos que você gostaria de realizar, por mais bobo que ele pareça, independente da sua preocupação com o que vão pensar. Seja autêntico, faça do seu jeito, pois no fim, você vai percebendo que ser real com você mesmo é uma das sensações mais libertadoras do universo.

Youth Exchange - HB_HM_Sept2015 (43)

Percebeste?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s