4 dias em Paris e muitos quilômetros andados

Sempre que posto uma foto de alguma viagem no instagram, fico imaginando o quanto as pessoas não sabem o perrengue por trás daquela foto. Digo isso, porque do lado de cá do Atlântico a gente tem mais chance de viajar, no entanto, isso não significa hotel 5 estrelas, limusines e primeira classe. Ainda bem que não, pois só estou tendo oportunidade de ver os lugares por existirem companhias aéreas low cost, Airbnb e amigos, é claro.

Minha última viagem foi pra Paris, sem dúvida um sonhos de criança sendo realizado, afinal, pra quem gosta de moda, cultura, arte, design, lá é o paraíso. Tinha alguns receios em relação a cidade. Conheço muita gente que não gostou de Paris, seja pelo atendimento, hospedagem ou pelo preço. Sim, Paris é cara. As refeições são caras, a hospedagem é cara e as atrações também. Portanto, planeje-se! Sou fã do Airbnb, e foi nele que eu e a Raquel, ficamos. Algumas um quarto dentro de uma casa, próximo a estação Parmentier. Fomos super bem recebidos pela família, o quarto era espaçoso, com banheiro e uma entrada separada da casa, ou seja, privacidade total. Fomos do Porto para Paris de Ryanair, o que não aconselho tanto, pois o aeroporto Beauvais fica muito longe do centro de Paris, e o único transfer custa 34 euros ida e volta. Sendo assim, dê uma olhada na easyjet, companhia low cost que voa a partir do Charles de Gaulle.

Ficamos quatro dias em Paris, sendo que um foi dedicado a Disneyland, que contarei em um post separado. A cidade tem muita coisa para ver, portanto planejamos bem os nossos dias, para que desse para ver o máximo de coisas, aliando tempo e dinheiro. Acabamos escolhendo em ver a cidade por fora, ou seja, nada de entrar em todos os museus, lojas, galerias e tudo mais. Além da quantidade de turistas absurda, com filas enormes em cada atração, Paris é linda e vale ser vista da rua. Não é a toa que flanar é atividade preferida dos locais. Sendo assim, não tivemos preguiça, logo no primeiro dia descemos na estação próxima a Torre Eiffel, a Trocadéro, cruzamos a Torre e seus jardins, passamos pelo Invalides, Tuileries, Louvre, Saint-Honoré, Champs-Élysées e muitas outras ruas charmosas, que deixaram nossas pernas doloridas de tanto caminhar.

Juan Salomão em Paris 2015 (1)

Muito amour!

Juan Salomão em Paris 2015 (2)

Torre Eiffel vista dos Jardins do Trocadéro

Juan Salomão em Paris 2015 (4)

Vista do Champo de Marte

Juan Salomão em Paris 2015 (5)

Champ du Mars

Juan Salomão em Paris 2015 (7)

Les Invalides

Juan Salomão em Paris 2015 (8)

A ponte mais linda de Paris: Alexandre III

Juan Salomão em Paris 2015 (9)

O Arco do Triunfo ao fundo

Juan Salomão em Paris 2015 (10)

Jardin des Tuileries

Juan Salomão em Paris 2015 (12)

Boo!


Juan Salomão em Paris 2015 (6)
No dia seguinte fomos ao Palácio de Versailles, que eu recomendo pensar duas vezes, caso sua estadia seja curta na cidade, e aproveitamos o clima da Fête de la Musique, que todos os anos leva os parisienses e turistas para as ruas, com o intuito de celebrar a chegada do verão. Confesso que não podia ter escolhido data melhor. A temperatura estava ótima, o clima de Paris delicioso e as pessoas muito bem humoradas. Neste mesmo dia, fui conhecer o Centre Pompidou, o bairro descolado Le Marais e Montmartre.

Juan Salomão em Paris 2015 (14)

Galeria dos Espelhos que faz a fila valer a pena

Juan Salomão em Paris 2015 (15)

Versailles

Juan Salomão em Paris 2015 (18)

Centre Pompidou ❤

Juan Salomão em Paris 2015 (20)

Vista da Sacre Coeur de Montmartre

Juan Salomão em Paris 2015 (16) Juan Salomão em Paris 2015 (17)

Juan Salomão em Paris 2015 (19)

Nosso vôo de volta era só às 21 horas, então tínhamos o dia todo para passear. Começamos o dia pelo Canal Saint-Martin, uma região de Paris que está fervilhando, com lojas design, supermercados orgânicos e muita gente de bike de lá pra cá. De lá seguimos para Notre Dame de Paris, que estava com uma fila de dar volta no quarteirão. Passeamos pela Île de la Cité, pela Ópera e seu entorno, e demos uma última volta pela Saint Honoré, para um último pulinho na Colette.

Juan Salomão em Paris 2015 (22)

Canal Saint Martin

Juan Salomão em Paris 2015 (25)

Uma esquina qualquer 🙂


Juan Salomão em Paris 2015 (23)

Juan Salomão em Paris 2015 (24)

Juan Salomão em Paris 2015 (13)

Merci Paris!

Se eu tinha uma impressão estranha de Paris, ela foi embora. Tive uma experiência fenomenal, fui bem recebido, acolhido e atendido em todos os pontos da cidade. Espero voltar ainda muitas vezes!

Quem estiver planejando uma ida para Paris, mas está com dúvidas e questões, fique à vontade para perguntar aí nos comentários!

Beijos,

Juan

Anúncios

4 comments

  1. Rebecca Cirino · Junho 29, 2015

    Eu tenho uma duvida, tua amiga que mora em paris, ela é legal?

    Ps. SDV

    Gostar

  2. Rebecca Cirino · Junho 29, 2015

    Eu tenho uma pergunta. Tua amiga que mora em Paris, ela é legal?m

    ps. SDV

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s