Sobre cabelos brancos e as mudanças da vida

Decidi deixar “Sobre cabelos brancos” como o nome dos meus posts um pouco mais reflexivos, se é que eu possa assim dizer. Muita coisa passa por dentro deste meu cabeção, e isso é bom, se questionar de maneira equilibrada, movimenta a mente, questiona padrões, nos faz querer viver e mudar.

Seja das coisas mais fúteis como o corte de cabelo, a foto do perfil ou da capa, as questões mais complexas como de emprego, de curso, de cidade ou de país. Mudar é sempre bom, mas também sempre dá medo. Infelizmente, não sou como alguns amigos meus que já viveram em vários cantos deste mundo, mas posso dizer que já estive em alguns… Nascido na Manchester mineira, desde pequeno era afoito por mudanças, queria um cabelo diferente, usei óculos de lentes azuis e amarelas (no verão, em Cabo Frio, mas usei), queria falar línguas, fazer intercâmbio, queria sempre mudar. Eu sabia que o mundo era grande e que tinha muita coisa pra ser vista. Lembro ainda novo falando com minha mãe como eu queria morar no Rio, e ela sempre dizia “Calma, você vai morar”, depois era fora do país e novamente ela “Calma, você vai morar”.

Ela tava certa, próximo a completar 27 anos já tive endereço no Rio, nos Estados Unidos (por pouco tempo, mas tive) e agora em Portugal.

Se eu acho muito? Não acho. Mas, acho muito bom!

Não existe sensação mais gostosa do que ter que explorar um lugar novo, novas ruas, novos endereços, novas rotas e pessoas, mas digo isso tudo porque não é preciso de mudar de país pra isso, talvez nem de cidade (mesmo achando que sair do lugar de onde nasceu, nem que seja por um tempinho, seja fundamental pro amadurecimento) o que é importante é sempre se questionar, repensar as suas verdades, suas afirmações, seja para mantê-las ou para criar novas.

Juan Salomão sentado em praça em Braga

Sendo reflexivo, só que não mesmo!

Não tenha orgulho de usar o mesmo cabelo há 300 anos, de ter o mesmo estilo há décadas, de ouvir as mesmas músicas e frequentar os mesmos lugares. MUDE! Vá pro trabalho por outro caminho, mesmo que demore mais cinco minutos, prove aquela comida que você sempre adia, ou diz não gostar, tente uma camisa nova, uma franja na testa ou uma playlist totalmente diferente da habitual. De algumas certezas que temos na vida é de que o cabelo cresce, o tempo e as oportunidades passam.

Estou longe de querer dar lição de moral, muito menos ensinar algo, escrevo pra vocês, mas escrevo pra mim também, pois mesmo aqui há tão pouco tempo, já me vejo repetindo coisas que deixam a vida mais entediante, e se escrevo aqui aumento meu compromisso de colocar em prática, ou pelo menos tentar, né?!

Beijos,

Juan

Anúncios

7 comments

  1. Martha · Abril 7, 2015

    Midanças assustam mas, na maioria das vezes, valem muito a pena!

    Gostar

    • Juan Salomão · Abril 8, 2015

      Martha lendo este comentário vindo de você, que é mais corajosa que qualquer um, fico feliz de saber que estou no raciocínio certo. Bjs!

      Gostar

  2. Márcia Barcellos da Cunha · Abril 7, 2015

    Oi Juan,
    Gosto de ler seus textos.
    Abraço.
    Márcia

    Gostar

  3. Camila · Abril 7, 2015

    adorei ! Smacks… Saudades

    Gostar

  4. Irie Salomao · Abril 10, 2015

    Lindo. Parabéns.

    Enviado do meu iPhone

    >

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s